Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

O Cemitério não é só um lugar para o repouso dos mortos. “Pergunte as pedras e elas lhe dirão”. O epitáfio de MORDCHAJ STAWSKI (1922-2002) no Cemitério Israelita do Butantã em S. Paulo é uma advertência as novas gerações: “Sobrevivente do Holocausto e participante da Reconstrução do Estado de Israel”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário