Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

No Dia Grande (Yom Kippur) de 1674, a BRITES HENRIQUES, filha de Antonio Rodrigues Mogadouro, de 21 ou 22 anos, estava presa em Lisboa, por “culpas de Judaísmo”. O malsín (delator) registrou a sua oração naqueles dias: “(...) Oh, meu Deus, e grão Senhor, / creador do Universo, / eu só a ty me confesso, / por muy grande peccadora, / de pedir perdão / te peço, / não me des o que mereço, / dame ajuda e os favores / que prometeste a Daniel. / Esta vinda do Messias, / seja Senhor, em nossos dias, mandenos por mensageiro / o Profeta Moisés que nos tire do captiveiro (...)”. Ketima VeChatima Tovah (Que Você seja inscrito e selado para um bom Ano)! IMAGEM – RACHEL MACHADO PHILLIPS (1769-1839), dos cristãos-novos portugueses Mendes Machado e Nunes Ribeiro Sanches, EUA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário