Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

“(...) O negro: “Guntach, Landsmann!” (boa tarde, compatriota!). Surpreso, Hofmann, um alemão, não entendia que um negro falasse alemão. Recebeu do próprio a explicação: “Wenn du mol so lang in Brasilje bist wie ich, wäste aach Schwartz” (Quando tu estiveres tanto tempo no Brasil como eu, tu vais ficar preto” (...)”. (Negros de fala alemã, de René E. Gertz) Imagem 1: Jerome Boateng, campeão mundial pela Alemanha, 2014; IMAGEM 2: Helmut Rahn, tio-avô de Boateng, Campeão mundial, 1954

Nenhum comentário:

Postar um comentário