Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Argélia ou Alemanha? Pode não ser a favorita, mas, vou de Argélia. Simplesmente como homenagem aos músicos argelinos, tanto os cantores judeus de lá: Enrico Macias, Lili Boniche e Line Monty, dentre outros; como os muçulmanos, caso de DAHMANE EL-HARRACHI (1926-1980), filho do muezim da Grande Mesquita de Argel, compositor, cantor e multi-instrumentista, autor da melhor canção de exílio que conheço: YA RAYAH (Ó emigrante), que cometi a desfaçatez de “trair” (não posso em sã consciência afirmar que traduzi), linhas abaixo: “Ya rayah win msafar trouh taaya wa twali / Chhal nadmou laabad El ghaflin qablak ou qabli (bis) / Oh emigrante, / aonde você vai / se um dia terá de voltar / quanta gente se lamentou antes de você e eu / quantas cidades anônimas e quantos desertos você já viu?/ Quanto tempo você já perdeu? / quanto você ainda vai perder?/ Oh emigrante no país que é dos outros / sabes o que está passando aqui e ali ? / o destino e o tempo seguem os seus cursos, mas você ignora / por que você está tão triste? / Por que te sentes tão miserável? / esgotarás os teus dias sem haver aprendido nada / os dias se vão com a nossa juventude / Oh pobre que desperdiçou a sua oportunidade, como eu desperdicei a minha / Oh viajante te dou um conselho, que deves seguir hoje mesmo / estuda o que convém, antes de vender ou comprar / Oh sonhador, chegou notícias tuas e o que lhe passou, ocorreu também a mim / Assim regressará a sua alma ao Criador”. http://www.youtube.com/watch?v=9j0L57HJkm4. IMAGEM 1 – Dahmane El-Harrachi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário