Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

sábado, 3 de maio de 2014

Os VALADARES surgiram numa aldeia do Minho, Portugal. São famílias diferentes, mas que tem em comum na Diáspora, a mesma origem geográfica, que os levou a adotarem o nome da aldeia como sobrenome. A expatriação se deu por problemas político-religiosos (judaizantes) ou econômicos. Eles vão para o Mundo levando o nome do lugarejo de onde saíram. Em Honduras há uma parentela VALLADARES muito grande e alguns são de grande destaque em várias áreas da sociedade. O presidente da B´NAI BRITH de Tegucigalpa foi o Sr. HILLEL VALLADARES. O jornalista NAHUM EFRAIM VALLADARES y VALLADARES foi durante sessenta anos o mais influente radialista do país. O mais popular destes V. hondureños é o goleiro NOEL EDUARDO VALLADARES BONILLA (1977), titular da Seleção Nacional de futebol. Medalha de prata nos Jogos Panamericanos de Winnipeg (1999). Jogou mais de 100 partidas FIFA com a Seleção Hondurenha. Na Copa de 2010 ele fez a defesa mais difícil e bonita daquela competição, contra o atacante Ponce, da Seleção Chilena. Feliz Cumpleaños (03/05), Noel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário