Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

terça-feira, 6 de maio de 2014

O ALI YEZID IZZ-EDDIN IBN SALIM HANK MALBA TAHAN (1885-1921) é meu amigo, me acompanha a bastante tempo, apesar de nunca tê-lo encontrado pessoalmente. Ele nasceu numa aldeia persa e morreu numa batalha no meio de camelos e tarbuches sujos de sangue, mas, o seu forte foi relacionar matemática a vida. Sei disto pelo livro: “O homem que calculava: aventuras de um singular calculista persa” (1939). Ele foi tão popular no Brasil, tanto que os muçulmanos locais, quando se propuseram a construir a primeira mesquita, procuraram-no para ter uma espécie de “muçulmano ilustre” no Brasil e descobriram que... … Malba Tahan é um personagem criado pelo JULIO CÉSAR DE MELO e SOUSA (1895-1974), matemático lusodescendente, que o criou para ensinar a disciplina, aproveitando o fascínio das histórias das “1001 noites”, usando o raciocínio e não o famoso “decoreba”. O personagem chegou ao zênite e escondeu o criador. Júlio César tinha RG com este nome, autorizado pelo Dr. Getúlio. JULIO CÉSAR DE MELO e SOUSA nasceu num dia como hoje (06/05), daí, DIA NACIONAL DA MATEMÁTICA. Feliz aniversário, Moalim.

Um comentário: