Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

terça-feira, 29 de abril de 2014

O Historiador vê o mundo a partir do escritório, enquanto o Genealogista, da camarinha. Com todo cuidado possível para não ferir ninguém, o Genealogista conta o que pode, mas, não o que sabe. Veja este caso, o ISAAC NUNEZ CARDOZO (1792-1855) foi um homem comum, casado, mas, teve descendentes importantes – um deles foi B. N. Cardozo, segundo judeu a alcançar a Suprema Corte. Fora do casamento, ele teve de Lydia Weston, negra e solteira, o filho Francis Lewis Cardozo. Este foi pastor protestante, deputado e alto funcionário do Tesouro. A neta de Francis, a antropóloga Eslanda Cardozo Goode (1895-1965) casou-se com o cantor Paul Robeson, de origem Igbo e viveram expatriados pelo Mundo, pois o casal, que era militante dos Direitos Civis, foi acusado de “Comunista”. Ainda era o tempo da “Guerra Fria”. No último 27 de abril, faleceu em Nova Jersey, o historiador PAUL ROBESON JR. (1927-2014), filho do casal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário