Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Quem você pensa encontrar numa pensão? A resposta baseada no senso comum, é gente de classe média para baixo. Claro. Mas existiu em S. Paulo a “PENSÃO HUMAITÁ”, na Brigadeiro Luis Antonio nº 966, esquina com a Humaitá, cujo perfil não se encaixava na descrição, pois era frequentada pela elite paulista ou de passagem pela cidade. Também não era uma pensão, mas, uma blague dos seus frequentadores, pois ali era a residência do historiador JOÃO FERNANDO DE ALMEIDA PRADO (1898-1987), o “Yan”, onde ele recebia as terças, quintas e sábados para o almoço gente como: Assis Chateaubriand, Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Holanda, Jaime Cortesão, Marcelino de Carvalho, Tavares de Miranda, Alexandre Marcondes Filho, Joaquim Augusto Bravo Caldeira, João de Scantimburgo e alguns nobres europeus radicados na cidade, como o príncipe Sanguszko, latifundiário urbano em Higienópolis, dentre tantos outros. YAN DE ALMEIDA PRADO nasceu em Rio Claro, descendente paterno de um clã de fazendeiros, ricos pelo cultivo do café, o suficiente para que ele pudesse educar-se em Viena e Paris e manter hábitos sofisticados. Rentista, ele dedicou-se ao cultivo de rosas no jardim da casa, receber os amigos e a construir uma coleção de edições princeps de viajantes, códices de manuscritos e raridades, reunindo assim uma “brasiliana” de milhares de volumes, que vendida a USP, deu origem ao IEB. Foi autor de livros originais, como, Primeiros povoadores do Brasil (1935), D.João VI e o início da classe dirigente no Brasil (1968), A grande Semana de Arte Moderna (1976) e Entradas e bandeiras (1986).

Nenhum comentário:

Postar um comentário