Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

O comerciante judeu-francês David hoje repousa obscuro no canto de uma igreja de Salvador, porém os seus descendentes na Bahia são conhecidos como gente generosa e altruísta. O médico Dr. Júlio David (1857-1921), o “medico dos pobres” é o mais visível deles. David, além do esculápio renomado, deixou também a neta Ana Vitória, cuja filha, Lúcia, casou-se com o neto de um negociante sertanejo de animais, de origem cristã-nova, o Plácido Gusmão, que aderira ao Presbiterianismo, como marca da oposição ao Catolicismo. Eles são os avós de LUCIA MENDES DE ANDRADE ROCHA (1919-2014). Foi assim que Dona Lúcia, mãe da atriz Anecy Rocha e do cineasta Gláuber Rocha contou a mim nos anos Noventa a sua genealogia, confirmando a frase de Gláuber cunhada para explicar esta identidade híbrida: os seus maiores tinham feito a caminhada de “Jerusalém para Lisboa, de Lisboa para o Sertão”. Dona Lúcia faleceu no último dia 3.

Nenhum comentário:

Postar um comentário