Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

O agente britânico 007 casou-se na família brasileira Rio Branco (a do Barão). Quer dizer, pelo menos, o personagem de carne e osso cujas habilidades foram emprestadas para compor o James Bond, de Ian Fleming. RONALD BRUCE TURNBULL, OBE (1914-2004) é o homem. Filho de um militar escocês que serviu na Índia, ele estudou em Cambridge, onde destacou-se em vários esportes, em História e fluência em dinamarquês. Por isto foi recrutado pelo Special Operations Executive (SOE) e plantado em Copenhague. Com a invasão, ele fugiu em zigue-zague, numa linha maluca, esteve no Cairo, Istambul (onde o filho Michael nasceu), Cidade do Cabo, até voltar a Estocolmo, onde organizou a resistência dinamarquesa, sabotando e organizando greves contra os nazis. Conseguiu convencer e retirar o físico Bohr do país para evitar que ele participasse do projeto soviético. MARIA THEREZA BOTAFOGO DO RIO BRANCO morreu num acidente automobilístico em 1945. Turnbull casou-se mais duas vezes com brasileiras e teve nove filhos no total. No Brasil ele foi empresário, dono da agência de publicidade Orion e presidente da Câmara Britânica de Comércio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário