Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

O PRÊMIO CASA DE RUI BARBOSA 2012 SERÁ CONCEDIDO NA PRÓXIMA SEMANA...PORÉM O RESULTADO JÁ ESTÁ NO DIÁRIO OFICIAL dou 19/10/2012, P. 22, SEÇÃO 3. COORDENAÇÃO-GERAL DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO RESULTADO DE JULGAMENTO CONCURSO Nº 2/2012 Processo nº 01550.000095/2012-40. O Presidente da Comissão Julgadora do Prêmio Casa de Rui Barbosa 2012, instituído pela Portaria nº 44, de 05/09/2012, comunica que atribuiu por unanimidade o primeiro lugar à monografia O idílio degradado: estudo do romance Til, de José de Alencar, autoria de Paula Maciel Barbosa. As demais monografias apresentadas foram desclassificadas e a Comissão decidiu por não premiar o segundo lugar do concurso. Local e data: Rio de Janeiro, 17 de outubro de 2012. JOSÉ ALMINO DE ALENCAR E SILVA NETO

domingo, 14 de outubro de 2012

POSSO ENTRAR?
Enquanto houver fronteiras nacionais, haverá uma legislação para regular quem entra ou não no país e funcionários para interpretá-la, pois os governantes controlam a demografia, a distribuição racial, cultural e profissional do território, através destes mecanismos. FABIO KOIFMAN, autor do excepcional “Quixote nas trevas” (2002), que pode virar filme e é um monumento a este grande homem, estudou no Doutoramento (IFCS-UFRJ, em 2007) o sistema de vistos, nos anos da II Guerra Mundial, quando proliferavam os displaced people, frutos da desagregação dos impérios czarista, otomano e autro-húngaro, dentre outras causas. Observador arguto, leitor incansável de documentos, ele identificou o personagem central neste processo, o advogado ERNANI REIS (1905-1954), parecerista do MJNI (Ministério da Justiça e Negócios Interiores), o burocrata que através de sua interpretação, dizia, baseado na legislação, quem entrava ou não no país. O estudo também enfrentou as ideias que deram origem a esta legislação, fundamentalmente o Eugenismo, e como esta doutrina europeia foi tropicalizada no país, distinguido uma e outra. É como escreveu no prefácio, o Dr. Celso Lafer, ex-Ministro das Relações Exteriores e membro da banca examinadora (C.L., Orlando de Barros, José Murilo de Carvalho, Marieta de Morais Ferreira e Carlos Fico), uma “contribuição própria”, original, do Dr. Koifman ao tema.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

OS VALADARES DE OLIVEIRINHA, SANTO AMARO DA PURIFICAÇÃO

– ALFERES MIGUEL ARCANJO VALADARES, casado com MARIANA DE JESUS (Prado), irmã do Padre Manoel Alexandrino do Prado, falecida em Salvador. São os pais de: 1 (II) – ANATÓLIO VALADARES, jornalista, casado com Marina Pradel. 2 (II) - PADRE JOÃO CLÍMACO VALADARES, capelão eclesiástico do Exercito. 3 (II) – ANTERO VALADARES, falecido, quando estudante de Direito. 4 (II) – CÍCERO VALADARES, caricaturista na imprensa carioca, casado com Risoleta Valadares. 5 (II) – Antonio do Prado Valadares, que segue.
& 2 II – DR. ANTONIO DO PRADO VALADARES, 1882-1938, casou-se com CLARICE SANTOS SILVA. Médico e professor de Medicina. São os pais de: 1 (III) – JOSÉ ANTONIO DO PRADO VALADARES, nasceu em Salvador, 03 de maio de 1917 – 23 de dezembro de 1959, advogado e historiador de arte. Com geração. 2 (III) – CLARIVAL DO PRADO VALADARES, nasceu em Salvador, 26 de setembro de 1918 - 1983, casou-se com ERICA (“Tida”) ODEBRECHT, filha de Emílio e Hertha (Hinsch) Odebrecht. Médico patologista e crítico de arte. Autor de: Riscadores de milagres (1967), Arte e Sociedade nos cemitérios Brasileiros (1972) e Nordeste Histórico e monumental (1982). Com geração. 3 (III) – FRANCISCO MIGUEL DO PRADO VALADARES, 1922-1977, casado com MARIA ISAURA SERRANO. Com geração. 4 (III) – MARIANO DO PRADO VALADARES, 1924-1979. 5 (III) – RAIMUNDO DO PRADO VALADARES, 1931-1978.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

A ESTRELA E O CRESCENTE: TRAJETÓRIAS SIMÉTRICAS DE ALGUNS DESCENDENTES DOS ÚLTIMOS CRISTÃOS-NOVOS E MALÊS NUM ESTUDO COMPARATIVO

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS INQUISITORIAIS: HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA



http://www.ufrb.edu.br/simposioinquisicao/wp-content/uploads/2012/01/Paulo-Valadares.pdf