Quem sou eu

Campinas, S. Paulo, Brazil
Historiador, Mestre em História Social (USP). Autor de "A presença oculta. Genealogia, identidade e cultura cristã-nova brasileira nos séculos XIX e XX": co-autor do "Dicionário Sefaradi de Sobrenomes / Dictionary of Sephardic Surnames" , "B.J. Duarte, caçador de imagens" e “Os primeiros judeus de S. Paulo - uma breve história contada através do Cemitério Israelita de Vila Mariana”.

sábado, 4 de dezembro de 2010

OS ABRAVANEL DE SALONICA, INDIANAPOLIS, RIO DE JANEIRO E S. PAULO




TÍTULO ABRAVANEL de LISBOA, SALONICA, INDIANAPOLIS, RIO DE JANEIRO e S. PAULO





§ 1

I – JUDAH ABRAVANEL, “filho de Samuel, filho de Judá, filho de Joseph, filho de Judá, da família Abravanel, todos chefes dos filhos de Israel, da origem de Isaí, de Belém, da dinastia de David”. Pai de:

1 (II) – Samuel Abravanel, que segue no § 2.
2 (II) – Isaac Abravanel, que segue no §3.
3 (II) – Jacob Abravanel, que segue no§4.
4 (II) – Joseph Abravanel, que segue no §5.

§2

II – SAMUEL ABRAVANEL, pai de:

1 (III) – Jacob Abravanel.
2 (III) - José Abravanel, que segue.

III – JOSEPH ABRAVANEL (1480 – 1540), casado com uma prima, filha do tio Isaac Abravanel. São os pais de (por hipótese):

1 (IV) – Luis Gomes de Medeiros (Joseph Abravanel), que segue.

IV – JOSEPH ABRAVANEL (LUIS GOMES DE MEDEIROS) casou-se com GRACIA VAZ BARBOSA. São os pais de:

1 (V) – Manoel Thomaz, viveu na Ilha da Madeira.
2 (V) – Jonas Abravanel, que segue.
3 (V) – Rachel Abravanel, que segue.

V – JONAS ABRAVANEL casou-se com ESTHER SOEIRO, com geração.

V – RACHEL ABRAVANEL casou-se com o Rabino MENASSEH BEN ISRAEL (MANOEL DIAS SOEIRO), com geração.

§3

II – ISAAC ABRAVANEL, nasceu em Lisboa e m. em Veneza (1437 – 1508). Chegou a Napoles em setembro de 1492. Foi recebido ali por Ferrante de Aragona. Morou depois na Puglia, em Monopoli, Veneza e foi sepultado em Pádua. Autor de trabalhos. É o pai de:

1 (III) – uma filha casada com o primo José Abravanel.
2 (III) – Judah Abravanel, que segue.
3 (III) – Joseph Abravanel (Lisboa, 1471 – Ferrara, 1552), médico.
4 (III) – Samuel Abravanel, que segue.

III – JUDAH ABRAVANEL, conhecido como Leone Ebreo, nasceu em Lisboa e morreu na Itália (1460 – 1535). Ele gerou a ISAAC ABRAVANEL, e este a JUDÁ HIYYA ABRAVANEL, que se casou com ESTHER IBN YAHIA (pertencente a outra dinastia originada pelo rei David). O casal gerou a SHEN´UR (SEÑOR I) ABRAVANEL e este a DAVID ABRAVANEL que por sua vez gerou a JOSEPH ABRAVANEL, e este gerou a ISAAC ABRAVANEL, que gerou a SEÑOR (II) ABRAVANEL, e este foi avô paterno de JACOB ABRAVANEL, que por sua vez gerou a ISAAC ABRAVANEL, este gerou a SEÑOR (III) ABRAVANEL, que gerou a ABRAM ABRAVANEL, este gerou a SEÑOR (IV) ABRAM ABRAVANEL...”. que segue em §6.

III – SAMUEL ABRAVANEL, nasceu em Lisboa e morreu em Ferrara (1473 – 1547). Foi o único que dedicou-se inteiramente ao estudo da Torah (os cinco primeiros livros da Bíblia). Foi colega do rabino Joseph Fasi, aluno do rabino Yitshak Aboab, Gaon de Castela. Casou-se com a prima BENVENIDA ABRAVANEL (+ 1560), filha do seu tio Jacob Abravanel. Com geração

§4

II – JACOB ABRAVANEL, de Nápoles, com geração. Alguns de seus primos se casaram com primos.

§5

II – JOSEPH ABRAVANEL, com geração.

§ 6

XIV – SEÑOR ABRAM ABRAVANEL, faleceu em Salonica (1933). Foi casado com DOUNDON BENDAVID, nascida em Salonica e falecida em Indianápolis (1902 – 1987). O casal separou-se e Doundon Abravanel mudou-se para a casa da filha nos EUA, onde viveu até falecer e foi sepultada no Etz Chaim Sephardic Cemetery de Indianápolis. São filhos do casal.

1 (XV) – Sara Abravanel, que segue.
2 (XV) – Alberto Abravanel, que segue.



XV – ALBERTO ABRAVANEL, Abraham b. Doudon, nasceu em Salonica e m. no Rio de Janeiro (15 de março de 1897 – 28 de outubro de 1976). Comerciante. Viveu em Marselha e posteriormente no Rio de Janeiro onde teve uma loja de lembranças para turistas. Casou-se com REBECA CARO, filha de Nissim e Behora Caro, natural de Izmir e falecida no Rio de Janeiro (3 de janeiro de 1907 – 20 de setembro de 1989). O sobrenome Caro é uma versão de “querido” e o principal utente deste sobrenome foi Joseph b. Efraim Caro (Toledo, 1488 – Safed, 1575), autor do livro Shulkhan Arukh (Mesa Posta) sobre a divulgação das leis judaicas. Não sabemos se a família é a mesma, porém sabemos que o legislador toledano viveu por quarenta anos na Turquia onde deixou descendência. Ambos estão sepultados no Cemitério Israelita do Caju (Rio de Janeiro). Epitáfios: “Saudades de sua esposa, filhos, genros e netos” e “Saudades eternas dos filhos, genros, noras, netos e bisnetos”, respectivamente. O casal teve seis filhos:

1 (XVI) – Senor Abravanel, que segue.
2 (XVI) – Beatriz Abravanel, que segue.
3 (XVI) – Sara Benvinda Abravanel, que segue.
4 (XVI) – Leon Abravanel, que segue.
5 (XVI) – Perla Abravanel, que segue.
6 (XVI) – Henrique Abravanel, que segue.

XVI – SENOR ABRAVANEL, mais conhecido como “SILVIO SANTOS”, “nascido aos doze de dezembro de mil novecentos e trinta à 0 hora 15 minutos, na Travessa Bentivi, nº 15, Vila Ruy Barbosa” (Cf. Certidão de nascimento, fls. 60v do livro nº 1.150 sob o nº 2225 de registros de nascimentos, Registro Civil das Pessoas Naturais da 3ª Circunscrição Freguesia de Santo Antonio do Estado da Guanabara, 16 de dezembro de 1930). Foram testemunhas neste registro: Moysés Isaías e Isaac Haiat. Casado por duas vezes, a primeira com Maria Aparecida Vieira e depois com Íris Pássaro. Com geração de ambos leitos.

§ 8
XV – SARA ABRAVANEL, nasceu em Salonica e m. em Indianápolis (abril de 1902 – 17 de março de 1987). Casou-se em Havana com DAVID ISAAC ESKENAZI (Salonica, 24 de junho de 1902 – Indianápolis, 1943) filho de Isaac Juda Eskenazi (Salonica, 14 de junho de 1894 – idem, janeiro de 1943) e Reina Levy (+ Campo de Concentração de Auschwitz, 1943). Sãos os pais de:

1 (XVI) – Sidney David Eskenazy, que segue.
2 (XVI) – Bella Eskenazy, que segue.
3 (XVI) – Daisy Eskenazy, que segue.


XVI – SIDNEY DAVID ESKENAZY, nasceu em Indianápolis (25 de março de 1930). Casado com LOIS COEN, natural de Chicago. Com geração.

XVI – BELA ESKENAZY, nasceu em Indianápolis e m. em Potomac (26 de Janeiro de 1932 - 02 de fevereiro de 1997). Casou-se com GUNTHER ROSINUS, nasceu em St. Ingbert, Alemanha (2 de janeiro de 1928). Com geração.

XVI – DAISY ESKENAZY, nasceu em Indianápolis (01/08/1933). Casou-se com o Coronel HARRY EDWARD STEIN, genealogista a quem agradeço por muitas das informações sobre a familia Abravanel de Salónica. Com geração.

3 comentários:

  1. oi,paulo valadares tudo bem,paulo estou fazendo a minha arvore genealogica,a familia de minha mãe do lado paterno é portuguesa de tras-os-montes,portugal,o meu trisavó materno,chamava-se antonio inácio da silva,nasc.em 1880 e falecido em 1950 em macajuba,bahia,brazil,em minhas descobri dois ancestrais da familia abravanel,chamados salomão abravanel,nasc.em 1580 e rebeca abravanel,nasc.em 1587,teria como você localizar os meus ancestrais da familia abravanel,eles viveram e morreram em portugal como cristãos-novos,eu precisava os nomes de seus pais e avós,obrigado e tudo de bom.

    ResponderExcluir
  2. Olá meu nome é Rebeca silva caro, meus bisavós vieram da Alemanha em 1930 refugiados da 2 guerra mundial não conheço nada da minha família paterna dos meus antepassados sei os nomes dos meus bisavós e triavós mais n sei se tem alguma coligação com a família de rebeca caro... Se quiser mais informações e puder me ajudar tbm a descobrir eu agradeceria muito meu e-mail é rebeca. caro. rc@gmail.com aguardo qualquer resposta

    ResponderExcluir
  3. Olá Paulo,tudo bem?voce teria por gentileza a genealogia dos irmãos Manoel Tomaz Abravanel e seu irmão Jonas Abravanel até o século 18 na Ilha da Madeira?aguardo ansiosamente sua resposta,obrigado e tudo de bom.

    ResponderExcluir